Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2014

Scott Pilgrim vs O (tão criticado) Filme

Scott Pilgrim vs The World é uma série de 6 comics de Brian Lee O'Maley, e é, sem dúvida, uma das minhas séries preferidas e das que me deu mais gozo ler.
Não só é um conjunto de livros como também tem um filme, com o mesmo nome, e tal como todos os filmes que são feitos a partir de livros/jogos/comics/etc, é alvo de imensas críticas e insultos.

Eu fiz este post não pra criticar ou falar mal, mas para comparar e tentar mais ou menos explicar porque é que gosto imenso de tanto uma versão como a outra.

Em primeiro lugar, tal como é de esperar, o enredo do filme não é completamente igual. Okay, no geral é mais ou menos a mesma coisa, acaba e começa da mesma maneira, mas o desenvolvimento é bastante destorcido e empacotado numa longa metragem de hora e meia, o que é compreensível visto que se fizessem a história toda integralmente, o filme tinha que ter umas 6 horas. O filme foi feito antes de terem acabado a série dos comics, o que justifica que o final da banda desenhada não seja co…

The Nao of Brown (graphic novel)

Quinta feira à tarde tive um ataque misto de ansiedade/nervosismo, e como sempre faço nessas situações, fui às compras. E como tenho a sorte de ter uma fnac perto de mim, foi lá que fui primeiro e também foi lá que desencantei este fantástico livro, edição de capa dura, com mais ou menos 200 páginas de puro prazer visual.
The Nao of Brown é uma graphic novel de Glyn Dillon, que é curiosamente amigo de Jamie Hewllett, o artista e cartoonista por detrás da Tank Girl e dos Gorillaz (o que faz dele um Deus com um lápis na mão).
O enredo é focado na protagonista, Nao, 28 anos, que se descreve a si própria como uma hafu - meia inglesa meia japonesa - que sofre de OCD, mas não é apenas aquela OCD de estar sempre a limpar tudo e a organizar fanáticamente e obcecadamente as massassinhas de letras na canja de galinha; ela tem pensamentos terríveis, macrabos e criminosos, que consequentemente dão-lhe vontade de cometer coisas que ela própria e qualquer pessoa ou autoridade policial condenaria. E…