Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2014

I Never Liked You (graphic novel)

Parece-me um pouco arriscado fazer uma review de um livro que é considerado um best off das graphic novels/strip comics autobiográficas, mas, mesmo assim, vou continuar ahah.

I Never Liked You, de Chester Brown, foi originalmente publicado em várias tiragens, entitulado de Fuck, e centra-se na adolescência do autor e da sua relacção constrangedora com várias personagens do sexo oposto.

É aquilo a que eu chamo o 'meu tipo de livro'. É simples, despreocupado, mas, acima de tudo, honesto. Para mim, não me parece pretencioso ou arrogante, parece exactamente aquilo que deve ser - uma memória, fragmentada, em várias strips curtas que duram no máximo 2 ou 3 páginas.

Neste tipo de livros é fácil identificarmo-nos com as personagens, ou pelo menos sentir alguma coisa em relacção a elas, seja simpatia e compreensão ou então algo mais negativo.
Eu não sou um rapaz, mas mesmo assim consegui identificar-me com este livro, não através do protagonista, mas das várias raparigas que são aprese…

Friends With Boys (graphic novel)

Então parece que o primeiro post vai ser sobre esta graphic novel que comprei anteontem e que, infelizemente, já estou um pouco arrependida de o ter feito.

Friends With Boys, de Faith Erin Hicks, é um livro que me parecia interessante, não só porque o estilo do desenho me agradou à primeira como também parecia ter um tema divertido e/ou despreocupado. Mas foi uma desilusão.

Para começar, o estilo faz muito lembrar o Brian Lee O'Maley, os personagens têm as caras todas muito parecidas, o que geralmente não é muito bom (é um bocado monotomo não é?). Quer dizer, consegue-se ver que há uns que têm o nariz maior, ou sobrencelhas mais grossas, mas não passa disso. Se rapassemos o cabelo a todas as personagens, não iamos conseguir destinguir ninguém. Porém, no geral, as expressões e o grafismo em si é muito apelativo e bem conseguido, sem falhas anatómicas ou coisas do género. As roupas e a caracterização também são muito diversificadas, o que torna as personagens um pouco mais interessa…